Timeless

2d194af0163a6278bf7c8c8e5555ee0f

Estava lendo o seguinte texto de Charles Chaplin:

“Hoje levantei cedo pensando no que tenho a fazer antes que o relógio marque meia noite. É minha função escolher que tipo de dia vou ter hoje. Posso reclamar porque está chovendo ou agradecer às águas por lavarem a poluição. Posso ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício. Posso reclamar sobre minha saúde ou dar graças por estar vivo. Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria ou posso ser grato por ter nascido. Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalho. Posso sentir tédio com o trabalho doméstico ou agradecer a Deus. Posso lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades. Se as coisas não saíram como planejei posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar. O dia está na minha frente esperando para ser o que eu quiser. E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma. Tudo depende só de mim.”

Muita gente acorda frenética sem pôr ordem na cabeça, e sem respeitar seus limites, e vai levando o dia sem nem pensar no que quer realizar, o que deseja fazer, ou ainda se está feliz fazendo o que faz. Estamos virando robôs de nossas próprias vidas e nem ao menos tentamos parar, respirar, e ver o que podemos mudar pra ter uma vida mais leve, com mais agradecimentos do que xingamentos, com mais alegrias do que reclamações. Acabamos acostumados a reclamar por pouca coisa e sem nem tentar mudar. A vida exige da gente o mínimo, que é viver com sabedoria, quem vive amando o que faz, amando a si mesmo, agradecendo as vezes pelo pouco que tem, acaba tendo uma vida mais sábia do que aquele que passa o dia inteiro no frenesi de ser algo que não é, ou tentando engolir todas as tarefas de uma vez só. Pra que?

Temos 24 horas para serem distribuídas entre: trabalho/refeições/dormir/amizade/exercício físico/família/amor.

Se nos preocuparmos mais no hoje, focando cada dia de sua vez, e agradecendo pela oportunidade diária de levantar e recomeçar, talvez passaremos a ser mais leves, aceitando o que o universo nos manda de melhor, e acreditando que a gente faz a diferença na nossa própria história.

Temos  86.400 segundos para ser feliz, hoje!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s